• Jonathan Johnson

Ninguém Divide a História Como Jesus

Minuto Cambirela para 6

de abril de 2020

Jesus é a personagem singular de toda história. Sua vida e pregação, sua morte e ressurreição, ninguém divide a história como ele. A Páscoa é um momento oportuno para refletir na sua vida e morte. A quarentena nos proporciona tempo.


O evangelho de Mateus relata a pregação famosa de Jesus, o Sermão do Monte em capítulos 5 a 7. É uma pregação histórica e força até quem é cético a admiração.


Mas não basta admirar a moralidade de Jesus quando ao mesmo tempo descarta o que Jesus disse sobre ele mesmo. Por exemple, logo no início Jesus cita alguns dos mandamentos de Moisés. Ele fala, “Vocês ouviram que foi dito.” Então ele cita o sexto—não matarás, o sétimo—não adulterarás, e outros leis. Tudo bem. Mestres em filosofia e direitos admiram a força da moralidade da lei de Moisés. É único entre códigos morais.


Mas Jesus não está simplesmente nos exortando para matar menos. Não é suficiente evitar dormir com alguém que não seja seu cônjuge. Jesus ensina que quando na mente imaginamos tal ato, estamos culpados de sermos adúlteros. Ou seja, Jesus amplia a lei para o âmbito onde Moisés nem ia.


Esta ideia já é extraordinária. Mas veja bem a autoridade pela qual Jesus fez isso. Ele falou assim: “Vocês ouviram que foi dito...Eu, porém lhe digo.” Ou seja, ele mesmo assume autoridade para ampliar a lei. Ele falou no nome dele mesmo.


E não falou assim porque ele queria revogar a Lei ou os Dez Mandamentos. Ele falou assim porque cumpriu a lei. Todo moral e ensino de Jesus está baseado na proposta de que ele não é meramente mais um em uma grande linha de profetas que vieram para falar de Deus. Mas que estes falaram no nome dele.


Ninguém jamais falou assim.


Poderíamos dizer mais, mas falta tempo. Antes de terminar destaco como quase no final em Mateus 7, Jesus assume não só o direito de dar a lei mais também o direto de julgar a lei. Ele prometeu dizer aos que confessem mas não O conhecem, “Então lhes direi claramente: ‘Eu nunca conheci vocês. Afastem-se de mim, vocês que praticam o mal.’”


Muitas pessoas tem levantado dizendo que sabem o caminho de Deus ou que vão abrir os segredos para que Deus te dá o tipo de vida que deseja. Mas somente Jesus tem a ousadia de também se colocar no juízo como quem tem a palavra final.


É por isso que ele é a personagem mais importante de toda a história. Por isso você precisa considerar o que ele diz. Não seja como aqueles que acharão que O conhecem mas que estavam enganados, ignorando, questionando ou zombando dele. Tudo menos seguidores dele.


Em João 9 Jesus conversa com o homem que tinha nascido cego mas que agora vê. Pegamos a conversa apartar de verso 35: “‘Você crê no Filho do Homem?’

Ele respondeu: ‘Quem é, Senhor, para que eu creia nele?’

E Jesus lhe disse: ‘Você já o tem visto, e é aquele que está falando com você.’

Então ele afirmou: ‘Eu creio, Senhor!’ E o adorou.

Jesus continuou: ‘Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não veem vejam, e os que veem se tornem cegos.’”


Que não fique como cego, mas que enxergue o Filho do Homem.


Minuto Cambirela faz parte de um projeto de implantação de uma igreja em Palhoça, Santa Catarina. Desejando saber mais ou fazer parte, por favor, nos chama no privado. Como sempre, obrigado por assistir.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo